sábado, 16 de junho de 2012

14º Capítulo - Just The Rebels Life

Puta. Puta. Puta. Puta. Puta. Era isso que a pessoa que estava ligando era. Delta é sinônimo de puta, sabiam? E de vadia, biscate, vagabunda... E o Nick é um idiota. Um idiota atraente. Um idiota que caí na conversa da Delta só porque ela é gostosa. Eu sou mais. Ou não sou? Esqueci de dizer também do meu jeito convencido, mania que peguei do Nick.
(...)
Eles passaram mais de 20 minutos conversando e eu fiquei escrevendo qualquer merda que via para o trabalho. Quando ele desligou veio ao meu lado e começou a escrever alguma coisa. Silêncio não é uma coisa que eu gosto, me deixa tensa e nervosa. Ainda mais quando se tá ao lado do Jonas. Ele tem o poder de me deixar tensa em todas maneiras possíveis e bem na dúvida do que eu quero. E por falar no que quero, quero saber porque ele sempre me defende. Isso está me intrigando mais do que tudo.
Miley: Tenho uma dúvida.
Nick: Do trabalho?
Miley: Não, em relação a você mesmo.
Nick: Pode falar!
Miley: Por que sempre me defende ou da um jeito de não me ferrar? - Ele engoliu seco, abriu e boca e exitou por um momento - Fala logo!
Nick: Por isso! - E me beijou. Sim, ele me beijou. Sem mais, nem menos. Eu não posso dizer que não gostei, porque na verdade amei. E se existe algo mais forte do que dizer que amei, é isso mesmo. A lingua dele procurava a minha com rapidez e parecia desesperada, um beijo bem intenso, que foi se acalmando. Caralho, como o beijo dele é perfeitamente bom e hm, excitante. Com um simples toque da lingua dele na minha ele me leva a loucura. Quando ele me soltou que fui pensar no que ele tinha feito. ISSO SIGNIFICA QUE ELE GOSTA DE MIM? Ou me acha gostosa e quer me comer. Ok, a primeira opção está ganhando com 100% dos votos da minha cabeça. Isso é confunso. Ele finalmente olhou pra mim e eu ainda não sabia o que fazer e nem falar, só sei que tava feliz com essa possivel descoberta. Liam, me desculpe, mas você que se foda.
Miley: Isso quer dizer que... - Ele me interrompeu.
Nick: Sim. Mas você começou a namorar o babaca do Liam e antes que eu fizesse alguma merda resolvi me afastar de vez. E o único jeito era continuar, não sei, te protegendo. Gosto de fazer você se sentir segura.
Miley: Gosto quando você me faz sentir assim  - Sorri. Ouvir aquilo dele tinha me feito a garota mais feliz do mundo. E definitivamente, eu sentia algo a mais por ele. Não era só gostar, mas também não é amor. Ou é. Não sei se é, afinal, nunca amei ninguém.
Nick: Você também sente algo por mim?
Miley: Na verdade eu andava bem confusa em relação a você, mas eu sei que sinto algo - Ele me puxou pro colo dele e me beijou. E eu ainda amo esse beijo. Eu soltei ele - Espera, e a Delta?
Nick: Eu não ia ficar sozinho vendo você se pegar com o Liam, ía? - Concordei, mas ainda acho ela uma vadia. - Aliás, você gosta do Liam?
Miley: Eu achava que gostava, mas aí ele começou a ser meio estúpido e sei lá, perdeu o pouco de encanto que tinha.
Nick: Ele fez alguma coisa a mais além do que me disse?
Miley: Não... - Eu já falei que o Liam era bipolar? Uma hora estava super fofo comigo e na outra me tratava super mau, super mau MESMO. Já chegou a me xingar. Nenhum xingamento muito assim, mas mesmo assim. E era bem impaciente e ciumento.
Nick: Fala, Miley - Bufei, eu sabia que o Nick ficaria meio bravo com o Liam me tratando assim. - Você sabe que pode confiar em mim.
Miley: Ok... - Ele segurou minha mão. Sorri. - Ele é meio bipolar, sabe? Uma dia me trata super bem e no outro está me xingando, sendo grosso ou estúpido. E geralmente nesses dias que ele me agarra a força. Eu não entendo isso. Além de ter um ciúmes meio doentil e ridículo.
Nick: Eu já disse que odeio esse cara? Caralho, só pode ser drogado!
Miley: Minha amiga se drogava e ela parecida com ele. Tipo, bipolar.
Nick: Você já... - Interrompi.
Miley: Ééér, sim. - Eu já tinha fumado cigarro de nicotina, normal e o de maconha. Mas foram algumas vezes, no máximo 3. E provavelmente foi na pior fase da minha vida, na mais rebelde e na que eu e a Mandy só faziamos merda. Eu já parei na delegacia por ser pega pichando muro e eu tinha fumado. Meu pai quase me matou, mas depois de um tempo meio que esqueceu. Os pais de Mandy a mandaram para a casa da vó durante 2 meses, quando ela voltou eles avisaram que mais uma ela iria para a Suiça. Bem, foi exatamente isso que ocorreu. Isso aconteceu quando eu tinha acabado de completar 16 anos e fazia mais ou menos 1 mês que meu pai tinha voltado pra casa depois do acidente (Capítulo 03º e 04º). O Nick me perguntou algumas coisas e eu contei, contei tudo sobre a Mandy e eu. Ele ficava chocada em algumas coisas - ...Mas com um tempo, eu sei que meu pai vai parar com isso de colégio interno e "você não pode sair e chegar depois de tal hora" - E sim, meu pai não estava deixando eu sair praticamente nunca. As vezes eu ia pra casa com a Demi, Sel, Jenn e Dani, ou as vezes nos juntavamos na casa do Joe, que era a do Nick também. Era linda, definitivamente uma mansão.
Nick: Apesar de tudo, eu nunca fumei maconha. O que é estranho, porque já me ofereceram milhares de vezes quando saio.
Miley: Eu sou meio oito ou oitenta. Ou eu não faço porra nenhuma, ou eu faço tudo e me ferro.
Nick: Você anda até que quietinha ultimamente, não?
Miley: Claro, se eu vou no banheiro meu pai me liga e pergunta o que eu to fazendo. - Ele riu e eu acompanhei. E o que eu disse era verdade. Meu pai nunca tinha sido tão duro comigo, me ligava toda hora e eu simplesmente não tenho paciência pra isso.
Nick: Ele só quer o seu bem, você sabe disso.
Miley: Ele só quer me encher o saco, você sabe disso - Ele sorriu e me beijou. Sem lingua e nem nada, só duas bocas se encontrando. Mas óbvio que não ficou só nisso. Ele começou a mordiscar meu lábio inferior e eu sorri. Ele soltou, dei um selinho nele.  - Vai, temos que terminar isso LOGO! - Saí do colo dele com dificuldade, tava com ficar ali. Ele me segurou e deu mais um selinho.
Nick: Vamos então. - E assim fizemos.
(...)
Acabamos o trabalho as 19h, e eu jurava que íamos demorar um século. Foi cansativo ficar escrevendo um monte de merda, mas eu e Nick sempre paravamos e conversavamos, nos pegavamos um pouco. Decidimos que era melhor eu terminar com o Liam, mas esperar um tempo até aparecermos mais juntos. E que ele ia dar um gelo na Delta. E ele foi extremamente fofo dizendo que quer algo comigo.
Eu estou apaixonada, não posso negar isso. E o pior, ou melhor, ainda estou decidindo: Eu estou apaixonada por Nicholas Jonas.
Falando nele, ele foi entregar o trabalho pro inspetor Frares e eu vim pro meu quarto. Queria, precisava contar o que aconteceu para alguma das meninas, principalmente pra Demi. Pena que quando entrei no meu quarto vi uma fórmula matemática. O que essa puta está fazendo aqui?
Delta: Você acha mesmo quer eu vou ficar sendo uma corna sem vim tirar satisfações? Caramba, olha pra você! - Ela levantou do sofá e parou a mais ou menos 1 metro e meio na minha frente - É uma vadiazinha. - Respira pra não calar a boca dela, Miley. Respira. Pensa que seu pai vai te matar e te ferrar, pensa.
Miley: O que você quer? - Tentei manter a maior calma do mundo.
Delta: Saber o que ele vê em você. É só uma qualquer que abre as pernas pra qualquer um! - RESPIRA, MILEY! RESPIRA, RESPIRA, RESPIRA!
Miley: Você é louca!
Delta: Louca? Juro que não entendendo o que o Nick vê em uma menininha como você. Mas sabe o que é? - Ela veio mais perto - Pode ficar, porque eu sei que é pra mim que ele vem à noite, porque eu sei deixar ele satisfeito, porque eu sou uma mulher de verdade e não uma putinha metida a besta! - Ela saiu, com o nariz impinado. Mas falou demais. De reflexo puxei ela pelos cabelos e bati, mas bati sem dó. Foda-se meu pai e tudo, esse sou. E eu não levo desaforo pra casa - SOCORRO! LOUCA, SELVAGEM, VOCÊ PARECE UMA OGRA! - E daí que alguém poderia chegar? Eu joguei ela no chão e dei um soco tão bem dado que sorri, mas nesse momento de distração a filha da puta puxou meu cabelo. E ela não parava de gritar, isso tava me deixando ainda mais nervosa. Dei um último soco e levantei. Ela levantou toda revoltadinha e começou a me dar tapas, a hora que um acertou minha cara cheguei a conclusão que ela quer morrer. Eu não tenho dó, não dela. QUE MORRA! Olhei pra cara dela e acho que ela sentiu que tinha me deixado com um ódio mortal, porque se afastou um pouco.
Sr.Duarte: O QUE TÁ ACONTECENDO AQUI? - SÉRIO MESMO QUE ESSA MERDA DE DIRETOR NÃO VAI DEIXAR EU DAR MINHA CARTADA FINAL? Olha, o Nick tá atrás dele. Quer saber? Foda-se, vou fazer o que quero.
Miley: Espera um pouquinho, a gente já conversa - Nisso que eu virei pra falar com ele a Delta saiu correndo. Fui atrás dela, que tinha dado 3 passos e dei um soco no meio do rosto, senti que o nariz provavelmente estaria quebrado no momento.
Quando eu vi o estado dela me senti meio mal, mas ela mereceu. As pessoas deveriam entender que tenho um gênio forte e não sou o tipo de garota que grita, grita, grita e não faz nada. Eu bato mesmo. Ela estava com um olho roxo, lábios sangrando, nariz idem e toda descabelada. Eu só estava com meu cabelo um pouco bagunçado. Olhei para o diretor. QUEM SERÁ QUE VAI SE FERRAR MAIS?
Miley: Agora pode falar - Ele abriu a boca e eu vi que... - O SENHOR TIROU SUA VERRUGA! - Vi o Nick, que ainda estava atrás dele rir um pouco e também ri, só que ri muito. Aliás, o que o Nick tava fazendo aqui? Enfim, eu estou feliz, foda-se o resto.
Sr.Duarte: Jonas, depois você volta e fala o que tiver que falar com a Miley. Agora, você - apontou pra mim - e você - Apontou pra Delta, que estava arrumando o cabelo e COMO ELA TINHA LIMPADO O SANGUE TÃO RÁPIDO? Enfim, foda-se - Pra minha sala! - Olhei pro Nick e vi ele me perguntando só com os lábios "O que aconteceu?" ignorei quando vi a Delta falando qualquer merda com ele.
Miley: Ok - Fui andando em direção a sala dele.
(...)
Depois de quase meia hora tentando explicar a porra que aconteceu pro diretor, a babaca da Delta finalmente deixou escapar que me viu aos beijos com o Nick.
Sr. Duarte: MILEY! Você sabe que não permitimos namoros nessa escola, ou melhor, até permitimos, vocês namorem quem querem MAS NÃO PODE FICAR SE PEGANDO POR AÍ! - Bem direto pra um diretor. Ele chamou a secretária e disse pra chamar o Nick aqui. Agora sim to ferrada. E ainda tem o Liam, ele vai pirar se souber disso. Uns 10 minutos depois o Nick chegou.
Nick: Oi?
Sr. Duarte: SENTA! - Ele sentou ao meu lado no sofá e me olhou assustado. - Pode, por favor, me explicar porque estava com essas duas garotas ao mesmo tempo? - Interrompi.
Miley: Eu já disse que a Delta é louca, eu e o Nick estavamos fazendo a merda do trabalho! - E sim, eu estava negando isso com todas as minhas desculpas.
Delta: Para de mentir! Eu vi, vi muito bem. Você tava com a linguá enfiada na garganta dele!
Miley: NÃÃO! - SIM! Era exatamente isso que eu pensava. E quando eu vi a Delta se revoltando de novo, eu ri. Brigar por causa disso é o cúmulo.
Sr. Duarte: Pode parar? - Eu ri mais.
Miley: Brigar por isso é ridículo.
Delta: Ridículo porque você é uma vagabunda e tem um namorado, mas fica pegando o meu.
Miley: Não tenho culpa se sou melhor. - Dessa vez eu vi até o Nick rindo do meu lado.
Sr. Duarte: Vamos fazer uma coisa ainda mais ridícula pra acabar com isso, ok? - Concordamos. - É com você, Jonas. Uma tá se matando por sua culpa e a outra rindo, agora você escolhe uma e para com essa coisa que começou! - Eu juro que se ele escolhar a Delta...
Nick: A Delta - EU VOU MATAR ELE! FILHO DA PUTA, POR QUE ELE FAZ ESSAS PORRAS? E AQUILO DE GOSTAR DE MIM? MORRA COM ESSA PUTINHA! Eu levantei, fui em direção a porta e saí dali antes que eu matasse o Nicholas.
O que é mais ridículo do que um diretor falar pro cara  escolher uma das meninas? Ele escolher uma vagabunda! E sabe o que é ainda pior? Ele ter me falado um monte de coisa hoje, feito eu me sentir realmente bem. Eu espero que ele se exploda junto com a merda daquela mulher. Realmente ficar deitada na espreguiçadeira da piscina olhando pro céu, pras estrelas me faz pensar e de certo modo, bem, te acalma. E te faz ficar mal, mal pra caralho. Eu sentia que poderia chorar a qualquer momento.
Caramba! O que aconteceu comigo? Eu não era assim, eu não chorava por qualquer coisa. Até um certo menino aparecer...Por que o Nicholas tem que fazer a gente brigar tanto? Eu to disposta mesmo a ficar com ele e aí ele me faz isso? Merda de lágrimas, merda de nova Miley. Merda! Eu não fiz barulho algum, as lágrimas só cairam dos meus olhos. Me xinguei mentalmente. Senti alguém sentando do meu lado, virei pro lado oposto e limpei as porcarias das lágrimas que insistiam em sair. Eu sabia quem era, e tava cansada demais pra ouvir ele falando ou arrajando alguma desculpa.
Nick: Desculpa, Miley. Eu tive que fazer isso.
Miley: Por que? - Continuei virada e fui fria. Ele estava sentado ao lado oposto.
Nick: Você não conhece a Delta, ela não ia aceitar ser rejeitada. É claro que eu prefiro você.
Miley: E eu tenho que aceitar? - Me virei, nervosa e bem irritada. Ele olhou em meus olhos, deve ter percebido que chorei, porque ele abaixou a cabeça.
Nick: Desculpa...- Ele passou as mãos no rosto e levantou - Lembra que eu disse que ia terminar seja lá o que for com a Delta? - Confirmei. - Eu terminei.
Miley: Isso não muda nada do que você disse lá dentro.
Nick: Caralho, Miley! Se eu falasse você ela ia dar outro ataque lá dentro, entende? Eu pensei que você entenderia depois de hoje a tarde, eu não idiota a ponto de mentir nesse nível pra você.  - Ele se sentou do meu lado. - Eu realmente gosto de você, quero ficar com você.
Miley: Mas...
Nick: Shhh - Ele colocou o dedo na minha boca, em sinal de silêncio e me beijou - Só fica comigo, por favor - Ele disse com as nossas testas encostadas e olhando bem nos meus olhos. Tem como dizer não? O beijei, espero que ele entenda isso como resposta.

Nick On:

Culpado, era exatamente como me sentia. Culpado e idiota, um completo idiota.

Miley on:

Uma semana. Exatamente uma semana que eu e o Nick estamos nos pegando escondido de todos. É claro que a Demi sabe, preferi não contar para as outras por enquanto. E o Liam? Me afastei, mas não terminei. Preciso terminar. E é exatamente isso que estou indo fazer. Entrei no quarto dele, ele estava sozinho e deitado lendo um negócio que eu não sei e não faço questão de saber.
Miley: Preciso falar com você.
Liam: Pode falar.
Miley: Eu quero terminar... - Eu já ia começar a falar o motivo, quando ele levantou e começou a me olhar.
Liam: Imaginava - Ele foi colocar uma camiseta- Você tem todo direito de terminar e sabe bem disso.
Miley: Não imaginava que aceitaria bem assim.
(...)
Terminado. O Liam aceitou bem, bem até demais. Eu estranhei bastante isso, mas é melhor que ele aceite. Disse que poderiamos continuar amigos. Saí do meu quarto e fui pro deposito, tinha combinado com o Nick de ir lá depois do almoço e nada.
Miley: Hey - Ele levantou e me abraçou pela cintura, me dando um selinho em seguida.
Nick: Você demorou.
Miley: Fui falar com o Liam - Disse me sentando e colocando as minhas pernas sobre as dele (Eu sei que soou estranho, mas espero que tenham entendido o que quis dizer, ok? Ele sentando, com as pernas meio abertas, ela sentada de lado e com as pernas em cima das dele).
Nick: E então? - Ele disse acariciando minhas pernas.
Miley: Eu terminei e ele aceitou bem demais, ne verdade.
Nick: Isso é bom, não?
Miley: É... - Eu acho.
Nick: Talvez ele já estivesse esperando por isso.
Miley: É...
Nick: É... - Ele me fez cócegas, até fazer eu me contorcer muito e ele ficar em cima de mim. Ele olhou em meus olhos e, vamos dizer, que me analisou - Você é linda, sabia? - Sorri e o beijei.

Narrador on:

O beijo entre os dois jovens se esquentava cada ves mais. As mãos do garoto estavam na dúvida sobre onde ficavam, acabou se decidindo pelas coxas, onde alcançava as nádegas de Miley, devido a saia do uniforme e ela estava com as pernas em volta da cintura dele. Ela aproveitava cada toque, cada beijo e ele poderia tentar negar, por saber que o que estava fazendo era errado, mas também aproveitava.
Miley: Nick... - Ela o chamou, quando percebeu um volume a mais quase tocando sua intimidade.
Nick: Desculpa, a gente não precisa fazer nada que você não queira.
Miley: Eu quero... - Ela deu um selinho nele - Mas não aqui, alguém pode chegar...

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

MIL DESCULPAS! Sério gente, é que tá bem complicado escrever duas fics, estudar, ficar no meu eterno vicio (Twitter) e blábláblá.
Mas o capítulo tá aí, eu não posso dizer que to orgulhosa dele e tal, porque eu não gostei tanto. PORÉÉÉM, quero saber se vocês gostaram!
E outra, no outro capítulo só teve 3 comentários ): Magoei com isso )":
Mas enfim, espero voltar logo.
Acho que volto nas minhas férias ~ Depois do dia 15 de Julho.

xoxo
Radiate Love

4 comentários:

  1. ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
    como sempre !!
    nossa o capitulo foi muito engraçado e romantico hoje ameii de verdade
    posta logo
    xoxo

    ResponderExcluir
  2. Hello beautiful!
    HO God *O*
    vc ta brincando quando disse que não gostou do capitulo né? porque ele tá mais que perfeito, e se existe algo que exprima algo melhor do que perfeito é essa palavra que eu quero usar :D
    Cara quando o Nick disse "A Delta" só meu deu vontade de estrangular o Nick! serio, se eu estivesse na fic eu matava ele! matava nada, eu perdoava! mais em fim! shuashuashua
    Pera se o Nick tá protegendo a Miley porque ele gosta dela! e a minha hipótese como fica? eu pensei que era por outro motivo! mais se ele esta fazendo isso pelo motivo que eu estou pensando que é (pelo menos pensava) ele tá mentindo que gosta dela? Claro que nao né?! mais tipo nao é bem gostar que eu quero dizer!
    Mas se ele esta fazendo o que eu estou pensando, ele pode namorar ela? o aoi da My nao vai ficar P da vida com ele? ficou cafuso agora! shuashuashua
    Hey linda, posta logo por favor tá?
    HaAA vc poderia passar no meu blog? e se gostar seguisse e comentasse?
    http://nileyforeverand.blogspot.fr/
    desde já muito obrigada :D
    Beijos meu amore

    Radiate Love <3

    ResponderExcluir
  3. Eu não acredito, vc precisa postar mais urgeeeeeeeeeeeeeente, to viciada nessa fic :/ não gostei nada da miley ter aceitado numa boa o nick escolher a delta, apesar de gostar dela e tals? como assim, necessito de mais posts por favor *-------*
    Just The Rebels Life é a melhor fic que eu já li, pfv preciso saber o final dessa história.
    julia a
    xoxo

    ResponderExcluir